terça-feira, 7 de maio de 2013

SINGULAIR® (Montelucaste de Sódio) - medicamento está sendo relacionado a pensamentos e ações suicidas


As vendas mundiais do blockbuster contra a asma da Merck, o Singulair® 
(Montelucaste de Sódio) foram cerca de US $ 5 bilhões por ano até o ano passado, quando a patente expirou, nos Estados Unidos. Mas o medicamento também tem uma nuvem escura sobre ele. A agência Australiana recebeu 58 notificações de eventos adversos psiquiátricos em crianças e adolescentes que tomavam Montelucaste de Sódio desde 2000 e os relatórios também vieram à tona nos EUA.


   Montelucaste de Sódio, é um antagonista do receptor de leucotrienos ou LTRA, é uma das várias drogas que debutaram na última década. Nos EUA o Montelucaste de Sódio foi largamente comercializado contra alergias infantis menores, além de asma, e vendido numa formulação mastigável com sabor de cereja.

  "Quando a criança aspira um desencadiador da asma, como o pólen de árvores ou poeira, o corpo libera leucotrienos", que o Montelucaste de Sódio bloqueia. Mas também quem usa o medicamento pode experimentar, alucinações, irritabilidade, agitação, sonambulismo, tremores, e problemas para dormir além de pensamentos e ações suicidas.

  Em 2009, com 15 anos de idade, Cody Miller de Queensbury, NY, usou Montelucaste de Sódio para a "febre dos fenos" e tirou a própria vida 17 dias depois, após o ocorrido a Food and Drug Administration (FDA) incluiu no Montelucaste de Sódio um aviso mais contundente sobre os efeitos colaterais "neuropsiquiátricos". No ano seguinte, Fox TV, uma rede líder de televisão dos EUA, informou que as crianças usando Montelucaste de Sódio estavam sendo diagnosticadas com Síndrome de Tourette e condições comportamentais e neurológicas graves causadas pelo medicamento. A materia informava que: a maioria está "se curando" quando param de usar a droga, mas alguns não e, em seguida, são dadas outras drogas comportamentais  prejudiciais a principalmente a pacientes pediátricos.


Mais de 100 pais no popular web site askapatient.com, corroboram a evidência, relatando que Singulair® causa hiperatividade, acessos de raiva, depressão, choro, dificuldade escolar, tiques faciais, movimentos dos olhos estranhos e auto-mutilação em seus filhos, até em crianças por volta de um ano de idade. Para muitas dessas crianças foi prescrito Montelucaste de Sódio para "viroses" e "chiados no peito" condições que poderiam levar aos primeiros sintomas da asma, e compatíveis com o "tratamento precoce".

Mesmo os adultos percebem as consequências. "Eu estava perfeitamente saudável antes de tomar este medicamento", relata uma mulher de 53 anos de idade, a cerca de Singulair no site da askapatient. "O Doutor percebeu que eu tinha um pouco de chiado no peito e prescreveu Montelucaste. Comecei a ter pesadelos, insônia e depressão após os primeiros dias", o que levou a "pensamentos suicidas", diz ela.

Infelizmente como em muitos outros casos de medicamentos blockbuster, o Montelucaste fez bilhões com a promessa de vencer "doenças", neste caso alergias na infância e asma, e como muitos medicamentos outros blockbuster, os verdadeiros perigos surgiram apenas depois que a fármaco perdeu sua patente e o potencial de lucro desapareceu.

Fonte: Fox News
Postar um comentário