terça-feira, 27 de novembro de 2012

“O que os hospitais não contam para você!” e “O que é um bom médico?”



A revista Época desta semana trás dois artigos extremamente interessante e esclarecedor, além de desmistificar em como julgamos nossos médicos e os hospitais que frequentamos.
No primeiro artigo é possível aprender que instalações bonitas, limpas e bem decoradas podem servir de ‘maquiagem’ para um hospital pouco preparado para atendê-lo, e que um médico bem falante, simpático, caloroso não e necessariamente um médico bom, da mesmo forma que o inverso é verdadeiro, ou seja, por trás de um médico mais reservado, as vezes áspero nas resposta pode se encontrar um grande profissional.
Aconselho todos a lerem ambos os artigos, pois não seria exagero sugerir que essas leituras possam salvar a sua vida em algum momento futuro. 
Ambos os artigos usaram como base o livro Unaccountable: What Hospitals Won’t Tell You and How Transparency Can Revolutionize Health Care (em português, Sem prestar contas: o que os hospitais não contam e como a transparência pode revolucionar o atendimento à saúde). A obra recém-lançada nos Estados Unidos ainda não tem editora no Brasil.
Copiei esse post praticamente na integra do Blog Sedentário & Hiperativo, e eu, assim como o autor do post original (o Duquian), aconselho a todos clicarem nos links acima e lerem com atenção essas duas matérias. Pode ser que isso ajude a motivar uma discussão mais ampla.

Postar um comentário