segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Drogaria vendia remédios falsos e estocava maconha

De acordo com a Polícia Civil, a droga foi transportada dentro de dois tambaquis e seriam embaladas em potes de plástico e metal para serem comercializados.
Maconha estava no depósito de uma das drogarias.
Maconha estava no depósito de uma das drogarias. Foto: João Pedro Figueiredo

Manaus - A Polícia Civil, em parceria com a Divisão de Vigilância Sanitária do município (DVisa) e Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), apreendeu cerca de um quilo de maconha e grande quantidade de remédios falsos que seriam, segundo a PC, comercializados pela Drogaria Curitiba, no Educandos, zona sul, e mais outras quatro farmácias. Na ocasião, um depósito de falsificação e distribuição de medicamentos contrabandeados e as quatro drogarias, todas na zona sul, foram lacrados.
De acordo com a Polícia Civil, a droga foi transportada dentro de dois tambaquis e seriam embaladas em potes de plástico e metal para serem comercializados. Os medicamentos falsos eram anabolizantes, abortivos, antibióticos e estimulantes sexuais.
Segundo a Polícia Civil, esta foi a maior apreensão de remédios falsos já realizada no Brasil.
O titular da Delegacia de Defesa do Consumidor (Decom), delegado Sandro Sarkis, informou que as drogarias pertencem a José Amarildo de Jesus, que ainda não foi localizado. Ele  já havia sido preso pela Polícia Federal e responde ,desde setembro do ano passado, na 2ª Vara Federal pelos crimes de falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais.
Sarkis explicou que a operação ocorreu depois que a polícia recebeu, há cerca de um mês, várias denúncias informando sobre as fraudes. Todo material apreendido foi levado para o 2º Distrito Integrado de Polícia e em seguida encaminhado para o depósito da Sefaz.

Fonte:
Postar um comentário